Agentes penitenciários fazem protesto na abertura do ano letivo estadual em Vilhena; “é o governo da mentira” 

2470

Mesmo sem a presença do governador, Tenente Marcos Rocha e de seu vice Zé Jodan, agentes penitenciários de Vilhena, deram continuidade aos atos de protesto contra a administração estadual e foram até a Escola Álvares de Azevedo, na manhã desta segunda-feira, 11 de fevereiro, onde empunhando faixas e em ato assertivo, manifestaram sua indignação pelo não realinhamento em relação aos salários dos servidores.  

De acordo com o agente penitenciário, Gean Pereira, todos os eventos que forem do nível estadual, terão manifestações da classe. “Faremos tudo dentro da legalidade. Não vamos xingar, não vamos brigar, mas vamos mostrar para a sociedade o que esse governo está fazendo. Esse governo se diz da transparência, mas é o governo da mentira. Não cumpre o que diz”, disparou o agente.  

Os agentes estão em greve desde o último dia 17 de janeiro, quando o governador Marcos Rocha vetou a previsão orçamentária, quebrando o acordo firmando no ano passado de revisão salarial e abertura de concurso para contratação de novos servidores.  

Comentários