Briga judicial entre Junior Donadon e fotógrafo social é arquivada pela justiça

1435

Em 2015 e 2016 quando o ex-vereador Junior Donadon respondia como presidente da Câmara de Vereadores de Vilhena, o fotógrafo social Hernandes Mendonça através de seu perfil no Facebook realizou diversas postagens pejorativas e caluniadoras, segundo Donadon, com ele e sua esposa Lívia Garcia Donadon.

Com dezenas de postagens o então presidente da Câmara entrou com um processo na justiça para através de um mandado de segurança apagar as postagens de Hernandes ou bloquear seu perfil até julgamento das possíveis calúnias.

Em 2016 após ser notificado, o Facebook retirou do ar o perfil do fotógrafo, que acabou fazendo outro em 2017, e outro em 2018, porém dessa vez se manteve menos crítico em suas postagens.

Junior Donadon abriu outro processo na época contra o fotógrafo, e como não era réu primário, após condenado neste outro processo por injúria e difamação teve que cumprir a pena em regime semi-aberto.

Contudo, a partir de 2018 os advogados do ex-presidente da Câmara não se manifestaram mais neste processo envolvendo o facebook e o mesmo foi extinto pela juíza Christian Carla de Almeida Freitas, por falta de interesse da parte autora.

Com isso, o fotógrafo social que apesar de preso, se livra de pagar qualquer indenização, caso suas postagens fossem julgadas caluniosas neste processo.

Comentários