Contratado por R$ 610 mil pela prefeitura de Vilhena, arquiteto de Curitiba já teve prisão decretada e foi alvo da Polícia Federal

9615

O arquiteto e urbanista Jaime Lerner, contratado na última semana pela Prefeitura de Vilhena para realizar trabalhos de estudos de macroestruturação urbana no município pelo valor de R$ 610 mil, já foi condenado à prisão, mas se livrou da cadeia após o crime prescrever.  

Jaime que foi governador do estado do Paraná por duas vezes, além de prefeito da cidade de Curitiba em 3 oportunidades, já respondeu pelo crime de dispensa ilegal de licitação na construção de estradas em seu Estado e seu escritório na cidade de Palmas – TO, foi alvo de investigação da Polícia Federal, por ter sido identificado repasses de informações privilegiadas da prefeitura a empresas que participaram de licitações. 

Abaixo, é possível ler matérias veiculadas em grandes noticiários à época dos ocorridos.  

Prescrição do crime por dispensa ilegal de licitação (2011). 

Escritório de Jaime Lerner é alvo de operação da Polícia Federal (2016).

Comentários