Polícia busca paradeiro de “pedófilo de Cabixi” condenado a 90 anos de prisão

35900

Em 09 de outubro de 2018, a juíza da 1ª Vara Criminal da Comarca de Colorado, Marcia Regina Gomes Serafim, promulgou uma sentença condenando o distribuidor de leite em Cabixi, Leandro Santiago, há 90 anos de reclusão, por molestar suas enteadas quando as duas tinham 08 e 06 anos de idade, passando a mão por cima e por dentro de suas roupas, e também fazendo outros atos libidinosos.

Com uma das vítimas o condenado teve conjunção carnal a primeira vez aos 15 anos, já com a outra enteada ele nunca teria conseguido consumar o ato, pois segundo a vítima, ela sempre gritava e xingava Leandro.

De acordo com o relato de uma das vítimas nos autos, após a infância inteira sendo molestada, e aos 15 estuprada, o seu algoz teria a ameaçado dizendo que mesmo depois de casada, eles continuariam a se relacionar.

AMEAÇAS

Leandro conseguia o silêncio das duas meninas com ameaças de que iria matar toda a família, se elas contassem para alguém. Os estupros aconteciam na estrada entre Cabixi e Cerejeiras, onde Leandro levava suas vítimas à beira da estrada com o caminhão que usava para distribuir leite.

FATO INUSITADO

Apesar da denúncia e condenação, a mãe das duas meninas não se separou do autor dos crimes, e segundo informações, continua a viver com ele.

De acordo com os autos, a mãe das meninas não acredita na denúncia feita pelas jovens, hoje com 17 e 18 anos, e preferiu continuar casada com Leandro.

Após denúncia realizada pelas vítimas, em 2017, Leandro desapareceu, mas apresentou defesa através de um advogado, mas nunca compareceu em juízo para prestar os esclarecimentos.

Através de seu advogado, Leandro negou todas as acusações de estupro de vulnerável, mas de acordo com a sentença, nos autos são apresentados indícios suficientes, segundo a juíza, para a condenação dele.

POLÍCIA

Como a condenação foi divulgada em outubro de 2018 e a juíza não concedeu o direito do condenado recorrer da sentença em liberdade, Leandro deveria já estar cumprindo pena, no entanto está foragido.

Mas segundo informações, extraoficiais, ele teria sido visto recentemente nas Lojas Daniela em Vilhena e também foi visto em algumas lojas de Cerejeiras.

A polícia está buscando informações sobre o paradeiro do “pedófilo”.

 

Comentários