Em tratamento de câncer fora do estado, vilhenense tem sítio invadido e cabeças de gado furtadas

3330

Pelo menos 40 cabeças de gado foram furtadas de uma propriedade próxima ao quilômetro 63, na BR-174 , zona rural de Vilhena (RO). Segundo o dono do local, um idoso de 78 anos, essa é a terceira vez que o crime acontece. O boletim foi registrado na terça-feira (6).

A vítima informou que estava em Curitiba (PR) desde fevereiro para um tratamento contra o câncer. Disse ainda que deixou uma pessoa de confiança para administrar a propriedade, com pouco mais de 80 cabeças de gado.

Ao retornar, o idoso fez a contagem do gado para a vacinação, quando notou a falta dos animais. Segundo ele, o gado foi abatido ainda na propriedade.

“Pensei que voltava em um mês ou dois e só pedi para o menino ficar olhando. Se você deixar a propriedade sozinha não sobra nada. Da outra vez que roubaram, levaram tudo que tinha na casa”, disse

Eles já levam o gado abatido, tanto que vi o coro e osso das cabeças que tinha lá”, relatou o idoso.

Nos assaltos anteriores, além do gado, os suspeitos levaram equipamentos usados na propriedade. Devido ao estado de saúde, a vítima informou que não pode ficar constantemente no sítio, o que, segundo ela, também tem contribuído para a frequência dos crimes. Um dos vizinhos chegou a retirar todos os animais do local para evitar novos furtos.

O proprietário do local informou que a Polícia Civil foi notificada, passando a investigar o caso. O gado furtado ainda não foi localizado.

 

Fonte: G1/Rondônia

Comentários