Em Vilhena professora se muda de casa e abandona animais de estimação; ela foi denunciada à polícia

Na casa foram encontrados gatos e uma tartaruga.

8770
Maus-tratos de animais é crime tipificado na Lei 9605/98 (Lei de Crimes Ambientais) e prevê de três meses a um ano de detenção, além de multa. (Foto: reprodução/Google)

A moradora de uma casa na avenida Beira Rio, região central de Vilhena, se mudou para um novo endereço e abandonou no imóvel animais de estimação. O caso é tratado como maus-tratos de animais e foi denunciado à Polícia Militar na segunda-feira (8) por vizinhos. Uma das autoras da denúncia contou aos policiais que os bichos não morreram de fome e sede graças à intervenção de outros moradores que deram comida e água.

Na casa foram encontrados gatos e uma tartaruga. Conforme os denunciantes, os animais foram abandonados há uma semana pela ex-moradora.

De acordo com o boletim policial a mulher acusada do abandono foi identificada como sendo uma professora. Ela chegou a conversar por telefone com os militares ainda na manhã de segunda, mas desligou a chamada de disse que entraria em contato logo em seguida, o que segundo a polícia, não aconteceu. A tartaruga por se tratar de um animal silvestre foi devolvida ao seu habitat natural. Os gatos devem ser doados.

O caso foi registrado na delegacia de Polícia Civil.

 

Abandono de animais é crime

As autoridades alertam que qualquer pessoa que for testemunha de um abandono de animais domésticos, exóticos e silvestres, pode ir à delegacia mais próxima e denunciar. Maus-tratos de animais é crime tipificado na Lei 9605/98 (Lei de Crimes Ambientais) e prevê de três meses a um ano de detenção, além de multa.

 

 O que fazer em caso de abandono?

Caso animal esteja abandonado em um terreno baldio ou propriedade particular, por exemplo, não hesite em invadir o local para salvar o bichinho, a sua ação será amparada pela lei. O decreto de lei número 2.848/40, artigo 24, considera a invasão para salvamento de um animal em perigo uma atitude de necessidade e, portanto, não haverá nenhum tipo de punição. Com informações do Canal do Pet.

Comentários