Formatura do Tiro de Guerra conta com presença de autoridades no município

185

O Tiro de Guerra de Vilhena encerrou suas atividades de 2018 com um grande evento em sua sede no último dia 29, com a presença do prefeito Eduardo Japonês e autoridades do Executivo, Legislativo, Judiciário, eclesiástico, bem como familiares e amigos dos atiradores.

Os cerca de 300 participantes assistiram à solenidade, dividida em duas partes. Na primeira houve entrega de diplomas de “Amigos do TG”, condecorações com “Medalha ao Mérito do TG” aos praças com destaque nas atividades do ano (Melhor Aptidão Física e Melhor Atirador Combatente), além da entrega dos certificados de reservistas, foram entregues também 35 certificados de “Honra ao Mérito” aos que comprometeram-se e demonstraram espírito de corpo e companheirismo com o instrutor e com a turma de instrução.

Na segunda parte do evento, já a paisano, o orador da turma fez agradecimentos àqueles que ajudaram no desenrolar dos projetos da entidade. O instrutor, junto com o atirador mais velho matriculado no corrente ano, conduziram a saída da turma pelo portão do TG, que funciona sob o lema “A missão não se escolhe, não se discute, cumpre-se!”.

“Fico feliz de observar que estes jovens têm uma boa referência e podem agora ajudar a comunidade com mais treinamento e conhecimento. A Prefeitura é uma grande parceira das atividades do Tiro de Guerra, não só mantendo ele financeiramente, mas destacando a sua importância para a sociedade”, explicou o prefeito Eduardo Japonês.

Estiveram no evento também o vereador Rafael Maziero e secretários da Prefeitura e demais representantes de outras entidades do município. FESTA MERECIDA – No dia seguinte, a confraternização recreativa aconteceu em uma pizzaria da cidade para a entrega de brindes, amigo secreto e compartilhamento de um rodízio de pizzas.

O chefe da instrução e sub-tenente José Jurandir de Santana, explicou que os valores morais ensinados na instituição colaboram para a formação de cidadãos mais responsáveis em Vilhena. “Encerramos as atividades do ano de instrução onde matriculamos 50 jovens, formamos 43 atiradores, que agora são reservistas e multiplicadores dos ensinamentos e virtudes que tão bem vivenciaram neste Tiro de Guerra. Selva!”, completou. .

Fonte: Semcom

Comentários