Indicados de Marcos Rocha respondem processos na Justiça, diz jornalista da capital

Lista com 33 nomes foi divulgada ontem. Mesmo apoiado por Jaime Bagattoli, governador eleito não contemplou vilhenenses para equipe de transição .

2880
Coronel Marcos Rocha (PSL), governador eleito de Rondônia. — Foto: Divulgação

Sem citar nomes, o jornalista e colunista Sérgio Pires da capital, analisou os 33 nomes da equipe de transição do governador eleito Marcos Rocha (PSL) e disparou:  “Há gente (do interior) escolhida que precisa ser melhor avaliada, até pelos vários processos judiciais que responde. Basta acessar pelo nome, para se saber os detalhes”.

Para o colunista, Marcos Rocha precisa reavaliar alguns nomes, já que em período eleitoral garantiu que sua equipe não teria qualquer nome sob suspeição, ainda mais que, da equipe de transição podem sair nomes que vão compor o quadro de secretários no novo governo a partir de janeiro do próximo ano.

Apesar da “cutucada” sobre os possíveis nomes “sujos” da lista, Pires destacou a escolha de cinco mulheres indicadas por Marcos Rocha para a grupo de transição. “Uma boa participação feminina, o que demonstra a preocupação do Coronel em valorizá-las”, elogiou o colunista.

Os nomeados começaram a trabalhar na quinta-feira em parceria com a equipe do governador Daniel Pereira (PSB), logo após a divulgação do decreto de nomeação.

Confira a íntegra da coluna aqui.

 

Sem vilhenenses na lista

Apesar do entrevero que durou menos de 24 horas, Marcos Rocha sempre caminhou lado a lado com o empresário de Vilhena, Jaime Bagattoli (PSL) que disputou uma vaga ao Senado e foi o terceiro mais votado no estado, com 212.077 mil votos. Com a ligação forte entre os dois acreditava-se que Bagattoli pudesse, tendo em vista sua expressiva votação, indicar nomes para compor a equipe do governo, mas, a lista dos 33 nomes do governador eleito não contempla nenhum vilhenense.

A relação tem pelo menos uma dezena entre agentes penitenciários, policiais civis, bombeiros e policiais militares, pessoas que trabalharam com Marcos Rocha quando ele chefiou a Secretaria de Estado da Justiça (Sejus).

 

Confira a lista:

  1. AMADEU HERMES SANTOS DA CRUZ – Técnico Judiciário
    2. ANÍBAL DE JESUS RODRIGUES – Empresário e contabilista
    3. BENEDITA APARECIDA DE OLIVEIRA – Sargento PM
    4. CAIUS RODRIGO DE CASTRO PRIETO – Médico oftalmologista
    5. CLÊNIO MARCELO MARQUES GUSMÃO – Tenente Corpo de Bombeiros
    6. CLEVERSON BRANCALHÃO DA SILVA – Administrador
    7. CONSTANTINO ERWEN GOMES – Administrador
    8. DELNER FREIRE – Coronel PM
    9. ÉDER ANDRÉ FERNANDES DIAS – Capitão PM
    10. ELIANE ROCHA PINTO – Administradora hospitalar
    11. ELIAS REZENDE DE OLIVEIRA – Agente penitenciário especialista em segurança
    12. ERIKA CAMARGO GERHARDT – Advogada
    13. ETELVINA DA COSTA ROCHA – Agente penitenciário
    14. EUCLIDES NOCKO – Empresário, ex-candidato a deputado
    15. EVERTON ALMERÍ ESTEVES – Agente penitenciário
    16. FABRÍCIO DA SILVA LEME – Agente penitenciário
    17. FERNANDO RODRIGUES MÁXIMO – Médico, servidor público
    18. HÉLIO GOMES FERREIRA – Delegado de Polícia
    19. JEFFERSON RIBEIRO DA ROCHA – Capitão PM
    20. JOSÉ GONÇALVES DA SILVA JÚNIOR – Empresário
    21. JURANDIR CLÁUDIO DADDA – Servidor público Sefin
    22. KATIANE MAIA DOS SANTOS – Enfermeira
    23. LAURO FERNANDES DA SILVA JÚNIOR – Advogado
    24. LIANA DA SILVA DE ALMEIDA LIMA – Mestre em educação
    25. LUIS FERNANDO PEREIRA DA COSTA – Servidor público da Sefin
    26. LUIS GUSTAVO DOS SANTOS FERREIRA –
    27. LUIZ FELIPE DA SILVA ANDRADE – Advogado
    28. MARIA CONCEIÇÃO ALVES – Pedagoga
    29. RAULINO FERREIRA DA SILVA – Coronel PM
    30. RICHARD CAMPANARI – Advogado
    31. SÍLVIO LUIZ RODRIGUES DA SILVA – Coronel PM
    32. SUAMY VIVECANANDA LACERDA DE ABREU – Professor, especialista em administração escolar
    33. VALDEMIR CARLOS DE GOES – Tenente Coronel
    Fonte: Rondoniaovivo
Comentários