Notícia publicada às 09:19:23 - 14/06/2018 e lida: 2626 vezes   
    
  
  
Estudante do IFRO fica desacordada depois de bater Biz na traseira de carroça na BR-435
Carroceiro abandou local sem prestar socorro à vítima.

Estudante do IFRO fica desacordada depois de bater Biz na traseira de carroça na BR-435
Estudante do IFRO fica desacordada depois de bater Biz na traseira de carroça na BR-435
Foto: Conesul Acontece

Por
Redação

Alessandra Jacoob, de 29 anos, que frequenta o curso de Ciências Biológicas do Instituto Federal de Rondônia (IFRO) de Colorado do Oeste, ficou ferida depois de bater com sua moto na traseira de uma carroça na noite de quarta-feira (13) na BR-435 próximo ao acesso do laticínio Milti Bom. A colisão ocorreu por volta das 19h.

Alessandra depois de bater caiu desacordada no meio da pista e o carroceiro foi embora sem prestar socorro à vítima. Um homem que reside próximo ao ponto da batida ocorreu para a rodovia para sinalizar o acidente e parar uma carreta que se aproximava, e isso pode ter evitado que a moça fosse atropelada. Logo depois uma ambulância em trânsito de Cerejeiras passou pelo local e socorreu a vítima até o hospital municipal de Colorado, onde foi confirmado fratura no fêmur e fíbula em uma das pernas e ainda fraturas na clavícula e punhos. Alessandra depois de receber atendimento médico foi transferida para Cacoal, mas sem risco de morte.

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) foi acionada e no ponto da colisão foram encontrados objetos como um chapéu preto e outro de palha, uma botina de criança e uma fralda que poderiam pertencer às pessoas que estavam na carroça. A polícia não sabe se essas pessoas sofreram ferimentos. No hospital de Colorado não há outros registros de atendimentos referente ao acidente que teve como vítima Alessadra.

A PRF registrou o acidente.

 

FONTE: Informações do Conesul Acontece

 

 


 


 

 COMENTÁRIOS
 

ATENÇÃO: Comentários ofensivos e que façam a apologia a crimes serão ocultados. O internauta do VILHENA NOTÍCIAS que se sentir ofendido pode requerer a ocultação do comentário. A Constituição Federal permite a publicação do livre pensamento de qualquer cidadão, desde que não seja de forma anônima, por isso, comentários provenientes de perfis "fake" ou "falsos" podem ser ocultados e bloqueados. Comente, compartilhe sua opinião, mas de forma moderada.