Luizinho sugere planejamento para Estradas do Cone Sul

1562

O líder do governo pesselista na Assembleia Legislativa do Estado de Rondônia, Eyder Brasil (PSL), foi rechaçado pelos deputados estaduais na manhã da última quarta-feira (17), diante de ver triunfar a inoperância dos 100 dias de Marcos Rocha. O decano do Poder Legislativo Luizinho Goebel (PV) ponderou nos ataques a gestão de Rocha e sugeriu para Eyder Brasil o fim da disparidade entre as bases das Usinas de Asfalto do Departamento de Estradas e Rodagens do Estado de Rondônia (DER), que estão no centro geográfico de Rondônia.

Luizinho Goebel, com a sua vasta experiência como ex-diretor do (DER), disse em reunião com o Governador Marcos Rocha, no início da semana passada que é preciso planejar as atribuições do departamento quanto as ações na recuperação de Estradas Estaduais, para melhor atender a trafegabilidade do escoamento da produção agrícola. Goebel propôs um cronograma para a reativação da Oficinal Central, Funilaria e Almoxarifado do (DER) entre os municípios de Ji-Paraná e Cacoal.

Entretanto, Luizinho Goebel reiterou a definição de um projeto de Usina de Asfalto para atender os sete municípios do Cone Sul que estão esquecidos há anos. O parlamentar estadual de Vilhena (RO) enfatizou a paciência em seu discurso como ato de solidariedade ao governo, pois no seu raciocínio ideológico político, o mandato não é julgado apenas pelos 100 dias de administração e sim através de seus quatro anos de pleno serviço à comunidade.

 

Fonte: Rondônia Dinâmica

Comentários