Centenas de pessoas participam de audiência pública sobre militarização da escola Cristo Rei

540

A Audiência Pública que aconteceu ontem, dia 5, na escola Cristo Rei, apresentou propostas de militarização da escola. As centenas de presentes puderam sanar dúvidas e conhecer a viabilidade da ideia. A maioria dos vereadores também estiveram presentes e discursaram favoráveis às mudanças.

A transformação da escola implica no reordenamento de alunos de 6º ao 9º ano, da escola Marcos Donadon para a escola Cristo Rei. O assunto foi debatido junto com moradores do bairro interessados na transição. Novas turmas devem ser abertas também no ano que vem.

Além de garantir vagas aos alunos já matriculados na rede, o secretário de Educação de Vilhena, Clésio Costa, explicou que estudos apontaram que “a escola municipal que comporta a quantidade de alunos é a Cristo Rei, visto que serão 36 turmas”.

EXEMPLO – A audiência exibiu depoimentos, em vídeo, de alunos, pais e professores do Colégio Tiradentes da Polícia Militar (CTPM V), que falaram sobre a mudança de comportamento e ganho no processo de Ensino e Aprendizagem.

O PM, Capitão R. Silva, também esteve presente compartilhando a experiência de estar à frente do Colégio, em Vilhena, e as mudanças observadas tanto na melhora da nota do Ideb, como no índice de reprovação e evasão da escola. “Este ano vamos fechar com aproximadamente sete alunos reprovados em toda a escola antes nossa média era de seis por turma”, afirmou o Capitão.

A Semed já fez acordos com as escolas estaduais Cecília Meireles, apta a receber alunos de 6º anos, e Shirlei Ceruti, apta a receber alunos de 9º anos, para incorporar os alunos que não quiserem estudar mais na escola Cristo Rei. Foram disponibilizadas vagas para uma evasão de até 8 turmas completas, caso seja necessário.

Alguns vereadores fizeram uso da palavra para agradecer a presença da comunidade e mostraram apoio a iniciativa. “O bairro Cristo Rei só tem a melhorar, com a viabilidade do projeto, ordem e progresso vai vir, e a comunidade só tem a ganhar. Se vocês disserem sim, eu apoio vocês”, afirmou o vereador França Silva.

Na ocasião o Sr. José Arrigo, representando o deputado Estadual Luizinho Goebel falou, bem como, os vereadores Wilson Tabalipa, Carlos Suchi, Samir Ali, França Silva e Vera da Farmácia. Além, estiveram presentes, as vereadoras Leninha do Povo e professora Valdete, que apoiam os trâmites para que as mudanças apresentadas se concretizem.

Fonte: Semcom

 

Comentários