Semagri une população e autoridades em grande debate pela Agricultura vilhenense

435

Na tarde desta sexta-feira, 8, das 14h às 17h, a Secretaria de Agricultura de Vilhena (Semagri), organizou no auditório da Prefeitura um encontro entre produtores rurais e representantes do Governo do Estado e do município. Com o auditório lotado, foram discutidos conceitos e propostas para fomentar a produção local e integrar os agricultores com a administração.

Dentre as autoridades presentes, estavam o prefeito de Vilhena, Eduardo Japonês, o vice-governador Zé Jodan, o deputado estadual Ezequiel Neiva, o secretário do Estado de Agricultura Evandro Padovani, o secretário municipal de Agricultura Eloi Maria, os vereadores Ronildo Macedo, Tabalipa e Samir Ali, além do presidente da Emater (RO), Luciano Brandão, e seu diretor, Anderson Kühl. Também foram convocados para se juntar à mesa o gerente local do Banco do Brasil, Rodrigo Nogueira, e o secretário de agricultura da cidade de Tangará da Serra (MT), Ander Santos.

O vice-governador, salientou que impulsionar a economia de Rondônia passa pel prosperidade dos produtores rurais. “O governo estadual irá focar na compra de alimentos para as escolas e hospitais estaduais fazendo isso apenas com produtos produzidos em Rondônia”, garantiu Jodan.

Padovani relatou a batalha para o perdão de parte dívida do crédito fundiário dos agrícolas vilhenenses, que se estendia há quase dez anos. O secretário lembra da peleja em Brasília para obter um considerado abate que beneficiou os agricultores locais. “A dívida era de quase R$ 2,08 milhões junto do Banco do Brasil e conseguimos em ações de reduções de até 85%, para que os produtores conseguissem quitar o compromisso”, contou Evandro.

O prefeito Eduardo Japonês, ele próprio também um produtor rural, elogiou o grande público na reunião, dizendo que a Semagri deseja que o produtor lucre mais. “Todas as orientações da secretaria, podem ter certeza, que são dadas pensando no produtor, seja dando boas notícias ou alertando a inviabilidade da produção. A nossa obrigação é orientar e temos profissionais capacitados para isso”, acrescentou.

Para Ezequiel Neiva, um dos focos para o setor neste ano é investir recursos na área e poupar burocracias para amparar o produtor rural assim como resolver as questões do licenciamento ambiental, através do qual pretende beneficiar os pequenos produtores.

O secretário de agricultura de Vilhena, Eloi, relembrou os trabalhos que a Semagri está dando atenção redobrada na cidade, como a recuperação de estradas, o Porteira Adentro e o Balde Cheio. “O produtor rural em Vilhena tem muito a ganhar em 2019. A previsão é que receberemos muitas máquinas novas e poderemos ampliar bastante os serviços que prestamos a toda a zona rural”, completou.

Após a fala das autoridades o espaço foi aberto para a plateia, que pôde expor os anseios da classe produtiva, dialogando com as autoridades cobrando medidas e prolongando o debate com temáticas importantes para os envolvidos. Ao final da reunião foi oferecido um coffee break para os presentes.

Fonte: Semcom

Comentários