1380

Acusado de participar de homicídio é absolvido por falta de provas

Rosalino Bilhargra Gonçalves, de 35 anos, acusado de ser coautor de homicídio contra Josimar da Silva Rodrigues, foi absolvido pelos jurados do Tribunal do Júri de Vilhena, nesta segunda-feira (7), no Fórum Desembargador Leal Fagundes. Contribui para a decisão o testemunho da namorada da vítima. No dia do crime ela prestou depoimento à polícia e declarou que Josinar tinha sido morto pelas mãos de Emerson Conceição de Souza, de 37 anos. Ele foi julgado em janeiro deste ano e condenado à prisão.

Rosalino foi acusado de ter participado do crime, mas por maioria dos votos, foi acolhida a tese do defensor público defensor público Matheus Lichy que sustentou a absolvição por negativa de autoria ou por insuficiência de provas.

O homicídio aconteceu no dia 5 de janeiro de 2018 em uma residência da avenida 125 em Chupinguaia. Josimar, com 21 anos à época, primeiro foi baleado no peito e depois foi golpeado na cabeça com um pedaço de caibro. Ele morreu logo depois de dar entrada no hospital da cidade. A motivação do crime, segundo a denúncia, foi por ele ter se negado a relevar o paradeiro de um jovem, que era procurado por Emerson Conceição.

Comentários