1395

Após confusão e bate-boca na Secretaria de Esportes vereadores vão à polícia contra secretário de Chupinguaia

Secretário denunciado é esposo da atual prefeita do município, Sheila Mosso

Jamil Mosso e a esposa Sheila, prefeita da cidade. (Foto: Reprodução)

O vereador Denilson Ramos (PV), de Chupinguaia, afirma ter sido ofendido pelo secretário de Administração, Jamil Mosso. O episódio teria ocorrido dentro da Secretaria de Esportes do município, na tarde desta segunda-feira (7). O parlamentar afirma que ele e as vereadoras Raquel Louback (PSD) e Mônica de Cássia (PT) procuraram a Secretaria de Esportes para pedir explicações acerca de um ofício protocolado por eles no dia 13 de março de 2019, onde solicitavam informações sobre a participação de atletas do município em jogos intermunicipais.

Enquanto conversavam com o diretor de Esportes Claudinei Santos, o Secretário Jamil Mosso entrou na sala para acompanhar a reunião e se alterou após ouvir Ramos questionar o diretor sobre o uso de um veículo da APAE (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais) para transportar atletas do município. No encontro Mosso teria sido questionado sobre um veículo do CRAS (Centro de Referência de Assistência Social) que está com o para-choque quebrado, com apenas dois meses de uso.

A reunião foi interrompida após Jamil Mosso ter insultado os vereadores os chamando de “vagabundos e que [eles] tinham que procurar o que fazer”. No bate-boca o secretário acusou Ramos de perseguir sua esposa, a prefeita da cidade, Sheila Mosso (PV). Jamil ainda teria colocado a mão no rosto do vereador e o empurrado, depois o teria chamado de bandido.

O caso chegou até o Quartel da Polícia Militar. Os três vereadores registraram queixa contra o secretário de Administração. A reportagem tentou contato com ele, mas as chamadas não foram atendidas. A prefeita do município não se manifestou sobre o episódio.

 Caso que se repete

Publicidade

Em março deste ano o secretário já havia sido denunciado na polícia por ofensas e agressões. Os denunciantes foram Denilson Ramos e outras duas vereadoras, uma do distrito de Novo Plano.

O episódio também foi registrado dentro da Secretaria de Esportes. Os parlamentares apuravam denúncias da contratação de atletas da modalidade de Basquete do município de Vilhena, para representar Chupinguaia durante os Jogos Intermunicipais de Rondônia – JIR, em Cacoal. Na ocasião o diretor de Esporte desmentiu a denúncia, mas a reunião terminou em bate-boca entre os vereadores e o esposo da prefeita, o secretário de Administração, Jamil Mosso.

Comentários