MP apresenta novas denúncias contra Zé Rover e ex-servidores do município de Vilhena

5185
Foto: Renato Spagnol

O Ministério Público de Rondônia (MP-RO) moveu nova ação criminal, baseada na conclusão de inquéritos da Polícia Civil, contra o ex-prefeito de Vilhena José Luiz Rover e dois de seus ex-secretários municipais, Bruno Leonardo Brandi Pietrobon (chefe de gabinete) e Gustavo Valmórbida (secretário de integração governamental). A acusação aponta possíveis crimes de corrupção ativa, corrupção passiva e lavagem de dinheiro em obras de pavimentação asfáltica realizadas no município no ano de 2015.

A denúncia foi aceita pela juíza Liliane Pegoraro Bilharva, titular da 1ª Vara Criminal da Comarca de Vilhena, no último dia 16 de agosto. O empresário Lucídio José Cella da Rondônia Transportes e um comerciante local figuram como réus na ação. Se condenados, pena pode chegar a 20 anos de prisão.

Segundo denúncia do Ministério Público, a Rondônia Transportes, após firmar contrato no valor de R$ 1,5 milhões para obras de asfaltamento no Setor 8, teria pago R$ 200 mil em propina para Rover, Pietrobon e Valmorbida.

Denúncia

Publicidade

Também tramita na 1ª Vara Criminal o processo 0000667-91.2019.822.0014 que acusa José Rover, Gustavo Valmorbida e Severino Miguel de Barros Júnior, ex-servidor público do município, por dispensa ilegal de licitação. Consta na denúncia que a construtora Projetu’s do empresário Fausto Moura foi contratada sem qualquer processo de licitação para fazer obras de instalação de galerias de água pluvial. O empresário também foi denunciado. Crime pode resultado em cinco anos de prisão.

Comentários