Urbanistas de Curitiba apresentam primeiros projetos para Vilhena

910
Fotos: divulgação/Semcom

Preocupado com os grandes e crônicos problemas da cidade, o prefeito Eduardo Japonês recebeu na última semana a equipe de arquitetos urbanistas do escritório curitibano Jaime Lerner, mundialmente premiado. Diversos projetos foram apresentados para o prefeito e uma equipe de secretários municipais, acompanhados de técnicos da Prefeitura.

“Há muito tempo escuto e percebo que muitas decisões estruturais em Vilhena foram tomadas sem planejamento de longo prazo. Assumi o desafio de ser responsável por implantar esses projetos que poderão demorar décadas para terminar, mas que nunca ficarão prontos se não começarmos algum dia”, revela Eduardo.

Entre os projetos exibidos em detalhes, estão soluções para o trânsito e comércio na avenida Major Amarante, fluxo de veículos e pedestres nos trevos da BR-364, recuperação do rio Pires de Sá, restauração do museu Casa de Rondon, reforma da feira municipal do Centro, ampliação do parque Ecológico Marechal Rondon, revitalização de áreas verdes e ampliação das pistas de caminhada, ciclismo, bem como das opções de espaços públicos de lazer, cultura e comércio.

“Foi incrível. Todos os projetos são obras de arte que vão projetar Vilhena para o futuro com obras bem planejadas, que englobam os aspectos sustentáveis, econômicos, culturais e históricos. A própria qualidade do projeto será um argumento forte e importante para conseguirmos as verbas necessárias para os mais urgentes”, explica Ricardo Zancan, secretário de Planejamento que acompanha a comitiva de perto.

Publicidade

Fruto de várias visitas e incursões dos especialistas curitibanos em Vilhena, os croquis representam um avanço importante na modernização dos espaços urbanos da cidade e serão apresentados em detalhes à comunidade em breve, colocando abertas as possibilidades de contribuição popular para a execução destes.

“Fiquei encantada com a maestria deles em concatenar a história da cidade, o Meio Ambiente e as nossas necessidades de infra-estrutura em uma coisa só. Não vejo a hora de começarmos a tirar tudo isso do papel”, analisa Katia Valléria, presidente da Fundação Cultural de Vilhena.

E AGORA? – Os especialistas irão enviar nos próximos dias os croquis de forma completa, já alterando os projetos conforme as várias reuniões e deliberações colocadas pela equipe da Prefeitura. De posse do material finalizado, a Secretaria de Planejamento organizará evento público para exposição do planejamento, revelando quais deles já poderão começar a ser realizados imediatamente.

APRESENTAÇÃO de projetos discutiu problemas antigos e importantes da cidade

 

Comentários