Em RO, homem confessa que matou esposa a golpes de marreta e enterrou corpo em área de lixão

6950
Paulo dos Santos Silva, suspeito do crime. (Foto: divulgação/Polícia Civil)

A Polícia Civil de Buritis prendeu na madrugada desta sexta-feira (19) o pedreiro Paulo dos Santos Silva, 47 anos, marido da jovem Joelma Santos de Jesus de 23 anos, encontrada morta na tarde de ontem. A mulher estava desaparecida desde a noite da última quarta-feira.

Ao ser preso, o homem confessou que matou a esposa com golpes de marreta na cabeça, na casa do casal. Após o crime, ele envolveu a cabeça dela em um saco para não deixar vestígios de sangue no chão e levou o corpo até um matagal que fica a cerca de 800 metros do lixão da cidade.  O cadáver foi encontrado coberto por folhas de árvores e madeira.

Joelma Santos de Jesus, a vítima.

Segundo o delegado Leomar Gonçalves, que apura o caso, na cena do crime foi possível identificar que houve intenção do marido de despistar as provas sobre a forma como ocorreu o assassinato. “Paulo organizou todas as ferramentas e deixou a residência arrumada como se nada tivesse acontecido ali”, declarou o delegado.

Ainda segundo o delegado, a cova já havia sido preparada dias antes do crime, conforme resultado apresentado pela perícia. Ao prestar depoimento, o assassino alegou que cometeu o crime por ter sido traído pela vítima.

O pedreiro foi preso em flagrante pelo crime de feminicídio, ocultação de cadáver e, possivelmente, será indiciado por fraude processual, por ter manipulado a cena do crime.

Comentários